Colesterol

Colesterol

CONTAGEM REGRESSIVA

O que é capaz de transformar uma substância normal, necessária e saudável em u perigoso elemento assassino? Como pode a matéria-prima dos hormônios sexuais, que também ajuda a construir ossos fortes e a equilibrar a resposta do organismo ao estresse, sufocar o suprimento de oxigênio e danificar órgãos e tecidos vitais? O colesterol é tanto herói como vilão. Embora não sejamos capazes de viver sem ele, o seu excesso é capaz de matar-nos.Os níveis sanguíneos de colesterol são os fatores mais importantes na determinação do risco de a pessoa desenvolver doença cardíaca, a maior assassina no mundo ocidental. Uma pessoa com níveis de colesterol acima de 260mg% (6,8 mmol/L) apresenta probabilidade quatro vezes maior de sofrer um ataque fatal do coração do que aquela cujos níveis de colesterol são inferiores a 200mg% (5,1 mmol/L).

Não é a hereditariedade quem determina os níveis de colesterol?

Apenas um pequeno número de pessoas apresenta distúrbios genéticos do colesterol. A maior parte é determinada por fatores dietéticos. Dependendo do que as pessoas comem, os níveis de colesterol podem elevar-se ou reduzir-se de modo substancial em questão de poucas semanas.

De que forma o colesterol elevado causa os ataques cardíacos?

Gradualmente, por intermédio do estreitamento das artérias vitais que nutrem o coração; processo conhecido como aterosclerose.A maioria dos enfartes cardíacos relaciona-se com as placas arteriais, constituídas em sua maior parte por colesterol e gordura. As placas se assemelham aos remendos de um pneu. Constituem a resposta do organismo às áreas danificadas na parede íntima das artérias. Em resposta à contínua irritação ao longo dos anos, a placa cresce lentamente de tamanho na tentativa de proteger a área. Mas, ao assim proceder, ela também reduz o fluxo sanguíneo e pode eventualmente obstruir por completo a artéria.Quando o níveis séricos de colesterol se encontram abaixo de 160 mg% (4,1 mmol/L), o dano inicial da artéria costuma ser curado rapidamente e as cicatrizes se retraem. Quando, porém, os níveis de colesterol excedem os 200 mg% (5,1 mmol/L), o LDL – colesterol de alguma forma se prende com maior facilidade às paredes dos vasos, produzindo espessamento, endurecimento, estreitamento e formação de placa. Estudos abrangentes envolvendo populações mundiais têm documentado o fato de que os níveis sanguíneos de colesterol constituem o mais confiável fator preditivo de obstrução arterial em virtude da formação de placas de ateroma. Pesquisas em grupos de pessoas migrantes confirmam que isso ocorre não tanto por questões genéticas, mas por fatores relacionados com o estilo de vida. Quando pessoas, até então protegidas por uma dieta simples, mudam para a cultura ocidental, com seus excessos dietéticos, seus níveis séricos de colesterol se elevam e em pouco tempo elas estão desenvolvendo as mesmas doenças arteriais encontradas no mundo ocidental.

Sempre ouvi dizer que nosso organismo necessita de colesterol…

Sim, mas não precisamos ingeri-lo. O fígado fabrica todo o colesterol de que o organismo necessita. Ocorre que a maioria dos habitantes do mundo ocidental, através da dieta, acrescenta diariamente 400 a 500 mg de colesterol. É esse colesterol extra que causa os problemas.

Quais os alimentos ricos em colesterol?

O colesterol é encontrado apenas em alimentos de origem animal. Os vegetais não o contém. Tudo tão simples!

 

CONTEÚDO DE COLESTEROL NOS ALIMENTOS

Leite magro

1 copo

5mg

Queijo “cottage”

½ copo

24mg

Sorvete

1 copo

54 mg

Queijo “cheddar”

2 fatias

56 mg

Peixe

150g

85 mg

Carne bovina/suína/de frango

150g

135 mg

Camarão

120g

172 mg

Gema de ovo

Unidade

220 mg

Fígado

90g

370 mg

O colesterol é encontrado apenas em produtos animais

 

Ouvi dizer que o óleo de palmeira e a gordura de coco fazem aumentar os níveis de colesterol.

Sim, é verdade. Embora essas gorduras tropicais não contenham colesterol, são ricas em gordura saturada. Todas as gorduras saturadas são capazes, por si próprias, de elevar substancialmente os níveis de coesterol. Assim ocorre porque estimulam a produção da substância pelo fígado. Gorduras saturadas são principalmente encontradas em alimentos de origem animal, tais como carnes, ovos e laticínios. A maioria das gorduras saturadas se apresenta em estado sólido à temperatura ambiente.

Qual o nível seguro de colesterol sanguíneo?

A maioria dos pesquisadores na área de doenças cardíacas sugere que níveis de colesterol abaixo de 160 mg% (4,1 mmol/L) protegerão as pessoas da aterosclerose.

Quais são algumas das formas práticas de se reduzir o nível de colesterol?

  • Ingira menos colesterol. Reduza a ingestão da substância a menos de 100 mg ao dia. Isso significará redução acentuada no uso de carnes, especialmente a de vísceras, linguiças, gemas de ovo e a maioria dos produtos lácteos.
  • Ingira menos gordura saturada. De acordo com o mencionado, essas gorduras são encontradas principalmente em produtos animais, embora também estejam presentes em gordura de coco e palmeira, gorduras vegetais e algumas margarinas.
  • Perca o excesso de peso. Ajuda bastante reduzir a ingestão de calorias vazias, presentes em alimentos altamente refinados, tais como óleos e gorduras visíveis, açúcar e álcool.
  • Use mais fibras. Alimentos ricos em fibras ajudam a reduzir o colesterol do sangue. Coma ampla quantidade de amidos não refinados, frutas e verduras frescas, grão integrais, feijões, batatas, inhames, cará e mandioca.
  • Pratique exercício. Caminhe diariamente. O exercício regular ajuda a reduzir os níveis de colesterol sanguíneo e auxilia no controle do peso.
  • Medicamentos. Confira com o médico se o seu caso requer o uso de medicações redutoras de colesterol.

Lembre-se de que o nível de colesterol do sangue é diretamente afetado pela riqueza da dieta. Pesquisas têm demonstrado que na maioria das pessoas que adotam uma dieta muito baixa e gorduras (menos de 15% das calorias provindas de gorduras) e rica em fibras, os níveis de colesterol se reduzem entre 20 a 35 por cento, em menos de quatro semanas.

Se você não sabe quais são os níveis de seu colesterol sérico e não pratica exercício, corra até o laboratório mais próximo. Se o resultado for superior a 160mg% (4,1 mmol/L), é tempo de tomar uma atitude séria!

(6368)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *