FARINHAS DO BEM

Farinhas de todos os tipos vêm integrando a prateleira de alimentos saudáveis nos supermercados: linhaça, berinjela e maracujá são apenas alguns exemplos dos produtos da moda procurados tanto para perder peso quanto para ganhar mais saúde no dia a dia. Todas servem para ajudar em dietas de emagrecimento, mas algumas auxiliam também na prevenção de doenças e amenizam sintomas. Com elas vc ganha mais saúde e evita o desperdício de alimentos,pois aproveita até a casca das frutas. Confira as características de cada farinha e escolha a sua. Se preferir, varie entre as opções durante a semana.

FARINHA DE LINHAÇA
È encontrada industrializada, mas também pode ser preparada em casa, de preferência em pequenas quantidades, pois com p tempo o alimento perde parte de suas propriedades nutricionais. Para um melhor aproveitamento, o ideal é triturar a semente em liquidificador e depois guarda~la na geladeira, para que não sofra o processo de rancificação. Recomenda-se armazenar em um recipiente escuro, com tampa, por até 3 dias, indica a nutricionista Lilian Speziali. A linhaça é rica em ômegas 3 e 6, que ajudam a controlar as taxas de colesterol na corrente sanguinea, protegendo o coração, e em lignanas, substâncias anticancerígenas que previnem principalmente tumores de mama e amenizam sintomas da TPM. Consumida em forma de farinha, fornece alta quantidade de fibras, que fazem o intestino funcionar(combatendo a prisão de ventre e prevenindo o câncer de cólon), diminuem o colesterol ruim(LDL), previnem e controlam o diabetes. Consumir 2 colheres de sopa por dia.

FARINHA DA CASCA DO MARACUJÁ
Essa farinha é rica em pectina, uma fração de fibra solúvel que tem a capacidade de reter água, formando géis viscosos que retardam o esvaziamento gástrico, ou seja, promovem sensação de saciedade, ajudando no emagrecimento. Esse mesmo gel age no intestino, eliminando pelas fezes parte das gorduras e dos açúcares ingeridos, o que aumenta o efeito na perda de peso e ainda controla o colesterol e a glicêmia no sangue. A farinha também melhora o funcionamento intestinal. ” Promove uma limpexa no organismo, eliminando toxinas que , quando acumuladas, podem causar doenças graves como o câncer. A eliminação adequada de resíduos equilibra o metabolismo, auxiliando no emagrecimento” acrescenta a nutricionista Greice Caroline Baggio.
Faça em casa: lave bem 6 maracujás e retire as polpas, que podem ser usadas em sucos ou receitas diversas. Corte as cascas em fatias finas e distribua-as numa forma. Leve ao forno baixo e deixe secar. Retire do forno antes de torrar e espere esfriar. Coloque no liquidificador e bata até virar pó. Passe a farinha por uma peneira fina. Consumir 2 colheres de sopa por dia.

FARINHA DE FEIJÃO BRANCO
A substância mais poderosa presente nessa farinha é a faseolamina. È uma glicoproteína que auxilia no emagrecimento, no controle do diabetes e na redução de triglicerídeos no sangue. A faseolamina inibe a ação de uma enzima que transforma o carboidrato em glicose e o nutriente é eliminado pelo intestino. Assim, o corpo absorve menor quantidade de carboidratos que foram ingeridos (presentes no arroz, pães, em massas, biscoitos, etc), fator que colabora com a perda de peso. Esses efeitos só são obtidos com o consumo do feijão branco cru, por isso, a farinha é uma opção prática. Outros benefícios ainda podem ser ganhos com a farinha do feijão-branco. Fornece nutrientes como o cálcio, ferro, potássio, magnésio, vitaminas E, K e folatos. O cálcio ajuda na manutenção dos ossos e na perda de peso, pois age na quebra de gordura corporal. O magnésio promove saúde muscular, ótimo para a mulher no período pré-menstrual, pois alivia a cólica, e para pessoas que sofrem de enxaqueca, pois ameniza a tensão muscular. As vitaminas são responsáveis pelo equilibrio geral do organismo, dando disposição, vitalidade e energia celular, diz a nutricionista Fernanda Granja…
Faça em casa: lave 2 xícaras de chá de feijão-branco e coloque sobre papel-toalha, no sol para secar. Quando estiver bem seco, triture no liquidificador e penere. Consumir de 1 a 2 colheres de chá por dia, 30 minutos antes das principais refeições.

FARINHA DE BERINJELA
Por ser produzida com casca, a farinha é rica em antocianinas, substâncias que dão a cor roxa a berinjela e a outros alimentos como a beterraba, ameixa e amora. È o mesmo antioxidante presente no suco de uva e no vinho, combate a ação dos radicais livres, protegendo os órgãos de doenças inflamatórias e afastando o envelhecimentoo precoce. As antocianinas também inibem a coagulação excessiva do sangue, melhorando a circulação. Também é rica em minerais como magnésio e potássio, que ajudam o cálcio a se fixar nos ossos e previne espasmos musculares, como cólicas e enxaquecas. A farinha de berinjela, como todas as outras, possui boa quantidade de fibras, regulando o colesterol e a glicêmia no sangue. Além disso, protege as funções hepáticas, potencializando o combate ao colesterol alto, diz a nutricionista Fernanda Granja.

(1390)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *